Aprenda a dizer não e aumente a sua produtividade trabalhando em casa.

Postado em Aug 15, 2022 |

Aprenda a dizer não e aumente a sua produtividade. Conheça 10 maneiras educadas de dizer não e conquiste a liberdade para focar nos projetos.

   

Aprender a dizer não é vital para quem empreende e trabalha em casa

Você tem dificuldade de dizer não e se concentrar no seu trabalho? Pois saiba que este é um problema que atinge grande parte das pessoas.

Aprender a dizer não é uma necessidade na vida de todos nós, mas quando nós empreendemos e trabalhamos em casa, aprender a dizer não é vital.

Aqui nesse artigo, nós vamos aprender a dizer não com o objetivo de aumentar a nossa produtividade. Eu reuni aqui também 10 maneiras educadas de dizer não para familiares, amigos, contatos profissionais e até para aquelas pessoas que querem tudo sem pagar nada pelo seu trabalho.

Mas antes de tudo, vamos nos perguntar:

    

Por que temos dificuldades para dizer não?

As razões são muitas e fogem um pouco das minhas competências, contudo, dizer sim para tudo e para todos, parece fazer de nós pessoas boas e sempre prontas para ajudar.

Dizer não, nesse contexto, faz de nós pessoas egoístas e com pouca disponibilidade para ajudar, escutar, para amar.

E quem quer ser visto como alguém que só pensa em si e nos seus interesses? Ninguém, não é mesmo?

Contudo, quando nós não conseguimos negar um convite, um pedido, um chamado e nem uma conversa boba no “portão” nós nos ocupamos demais e produzimos pouco.

Eu não estou, de jeito nenhum, sugerindo que você se distancie das pessoas e nem das atividades que são importantes para você. Eu estou sugerindo somente que você aprenda a se organizar e a impor limites para poder trabalhar em casa e mesmo assim, aumentar sua produtividade, desenvolver seus projetos e alcançar suas metas.

   

Como aumentar a produtividade trabalhando em casa?

Esse é o tema de um outro artigo publicado no blog professoraempreendedora.online, onde eu dou dicas práticas para quem está iniciando e ainda não encontrou um ritmo de trabalho em casa. 

O artigo será atualizado e estará disponível em breve aqui também! 

Um ponto importante do artigo é ter uma rotina de “escritório”, ou seja, ter tempo determinado para trabalhar e para descansar, se divertir, papear. Essa divisão de tempo é suma importância para que você também acostumar seus amigos e familiares a ver você em casa, mas trabalhando.

As pessoas têm muita dificuldade em compreender e até em aceitar que você está em casa, porém, trabalhando. Quando você tem seus horários delimitados, fica mais fácil para você e para sua família assim como para seus clientes e alunos.

Se nossos amigos e nossa família tendem a ter dificuldade de entender que nós estamos trabalhando, nossos alunos e clientes têm dificuldade de entender que nós não estamos trabalhando.

Outras pessoas ainda têm dificuldade de entender a diferença entre trabalho e amizade, entre ajuda e exploração e por isso, eu reuni frases para serem usadas nas diferentes situações.

Se você tem alguma sugestão, complete nos comentários do post no Instagram pois será útil para todos nós.

    

10 maneiras educadas de dizer não:

Essa lista não é definitiva e serve somente como exemplo. Meu conselho é sempre evitar qualquer tipo de mentira ou desculpa “esfarrapada”. É desnecessário e obrigada você a continuar mentindo e lembrando da mentira (sim, pois mentira tem perna curta, lembra?)

   

Como dizer não para amigos íntimos e família

1 – Podemos conversar sobre isso (sugira um momento preciso: no almoço, no jantar, hoje à noite, no final de semana)? Estou cheia/a de trabalho por aqui.

2 – Desculpa, mas eu não posso/não quero/não gosto/não estou interessada/o.

3 – Agora eu não posso, mas (diga quando) eu posso. Pode ser?

   

Para o seu networking: parceiros e contatos profissionais

4 - Não, obrigada/o.

5- Me desculpa, mas agora/hoje/esse mês/esse ano eu não posso.

6 - Muito obrigada/o por ter pensado em mim, mas agora/hoje/esse mês/esse ano eu não posso.

7 - Muito obrigada/o pela lembrança, mas eu não posso me comprometer com isso (diga exatamente o que a pessoa está pedindo e assim ela entende que você realmente não quer) agora.

8 - Esse assunto/negócio não faz parte da minha área de interesse, mas tenho certeza de que você vai encontrar outras pessoas interessadas. Sucesso!

9 - Nesse momento eu não tenho disponibilidade para me envolver em novos projetos. Quem sabe em um outro momento?

    

Para aquela pessoa que quer seus serviços de graça:

10 - Claro! Vai ser um prazer te ajudar! Podes marcar um horário diretamente no meu site: (link para a sua oferta).

Essa situação é conhecida de todos os profissionais autônomos e todos os empreendedores: a pessoa quer a sua expertise, mas não quer pagar seus honorários.

Pode acontecer de diferentes maneiras, da “olhadinha” que é uma consultoria completa até as “dicas” que são uma sessão de mentoria.

Também existem as pessoas “interessadas” no nosso trabalho e querem muito conversar com a gente pois admiram muito o nosso trabalho (essas pessoas, na maioria das vezes, nunca mostraram essa admiração nem com um like nas nossas postagens).

(CUIDADO!) Essas pessoas geralmente vem com todo um papo estranho antes de dizer:

- Gostaria de conversar com você para saber a sua opinião sobre XPTÓ (exatamente a sua área de especialidade) pois admiro muito o seu trabalho e acho que podemos desenvolver uma parceira.

Quando nós estamos iniciando, nós estamos procurando exatamente isso: pessoas que acreditam no nosso trabalho e têm a super proposta de parceria que vai nos ajudar a dar o salto que estamos precisando. Sendo assim, nossa resposta é SIM! E aceitamos o tal Skype de horas, passamos nosso WhatsApp como se ele não fosse o número do nosso telefone pessoal e em tempos não pandêmicos, aceitamos até aquele café.

Infelizmente, na maioria dos casos, essas pessoas só querem se aproveitar do nosso conhecimento e da nossa vontade de decolar.

Acredite: quem tem uma proposta séria de parceria ou de trabalho, não precisa explicar tudo para você “pessoalmente”. Quem tem uma proposta séria não tem medo de dizer qual é já na abordagem!

Por isso mesmo, você também precisa ter a SUA oferta. Uma oferta coerente com seu propósito e o seu modelo de negócios. Se você ainda não tem uma proposta clara, participe da trilha Meu Negócio Digital sem Mistérios e aprenda a criar a sua! 

   

Profissionais e empresas sérias têm uma oferta clara e por escrito

Qualquer serviço pode ser oferecido on-line, mesmo que você não tenha um site! Um pdf com a sua oferta vale, um formulário do Google Forms também, mas você precisa ter uma oferta!

Ter uma oferta clara e “universal” facilita o processo de comunicação e otimiza o seu tempo:

Você não precisa ficar horas respondendo mensagens e nem justificando preços, a oferta está lá e quem se interessar realmente, pode até tentar negociar preços e tal, mas ela já sabe o que você oferece.

Mostra profissionalismo:

Você sabe o que pode oferecer e qual é o valor do seu trabalho, mostra sua capacidade de comunicação e de expressão. Mostra que respeita as leis (o consumidor tem direito de saber o preço!) e a pessoa do outro lado.

Você já tem a sua oferta bem definida? Se tem, use-a! Se não tem, crie e pare de trabalhar de graça no que não é relevante para você.

     

Conhece mais alguém precisando aprender a dizer não para aumentar a sua produtividade? 

Então, exerça sua generosidade e compartilhe esse conteúdo! 

       

Categorias: Cultura Digital, Empreendedorismo Digital, produtividade

Leila Adriano Ostoyke

Escola Digital sem Mistérios 

Olá! Eu sou a Leila! Professora, Empreendedora, criadora da Escola Digital sem Mistérios e se você permitir, a sua guia no empreendedorismo digital. Se você quer empreender ensinando on-line conheça nossos cursos e conte comigo! Para todas as suas dúvidas, comentários ou sugestões escreva diretamente para mim, eu não deixo ninguém sem resposta! Conecte-se e continue comigo nas redes: